Logo iDISC - Making Communication Easy

Medidas para a continuidade dos serviços na iDISC (atualização de 5 de novembro)


5 Novembro de 2020



Relatório da situação da pandemia de COVID-19 nas cidades com escritórios da iDISC

 

A Espanha declarou novamente o estado de alarme e o toque de recolher com níveis diferentes de rigor para cada região. Em Barcelona e região metropolitana, as restrições afetam a mobilidade noturna e dos fins de semana. Durante o horário comercial, as escolas e os locais de trabalho estão abertos e, mesmo que haja casos de aulas em confinamento e locais de trabalho com medidas especiais, as atividades laborais e escolares ocorrem com relativa normalidade.

 

Em Xalapa, como na maior parte do estado de Veracruz, o alerta continua laranja. A maioria das atividades são realizadas seguindo as medidas de segurança sanitária. Muitas das atividades de entretenimento, como música ao vivo, seguem interrompidas. Os bares e restaurantes operam com limitações. As restrições estão mantidas e, em nível nacional, o número de contágios apresenta uma tendência de aumento.

 

No Brasil, parece que a 1ª onda está chegando ao fim, com números estáveis pela primeira vez desde março. As escolas estão funcionando em um modelo híbrido presencial e on-line, e lojas, restaurantes e bares oferecem seus serviços quase com normalidade. Estima-se que possa haver uma segunda onda em decorrência do verão, como vemos agora na Europa.

 

Na iDISC, seguimos com a equipe completa trabalhando 100%. Nossas equipes estão em circunstâncias diferentes, segundo a localização de cada uma, tanto no aspecto sanitário como no que se refere às medidas e restrições decretadas pelos respectivos governos. Diante dessa situação, reiteramos que a prioridade da iDISC segue sendo a segurança e a saúde, além de não colocar em risco a continuidade dos serviços. Por essa razão, manteremos os máximos cuidados possíveis em todos os escritórios e seguiremos trabalhando de casa a fim de evitar deslocamentos e contatos desnecessários.

 

Se tiver dúvidas, entre em contato conosco.


  • COVID-19