Home > Blog > Descubra os principais tipos de tecnologia de tradução
Artigos Tradução

Descubra os principais tipos de tecnologia de tradução

Leitura: 6 minutos

Tipos de soluções de tecnologia linguística

O mundo da tradução está sempre evoluindo, principalmente na última década. Hoje, é um serviço essencial para a maioria das empresas, que são obrigadas a se adaptar às mudanças da tecnologia para se manterem competitivas: internet, software, ferramentas de comunicação, fenômeno da globalização etc.

Desde o princípio, a tecnologia esteve muito vinculada ao processo de tradução, da mesma forma que muitas outras atividades vitais para o desenvolvimento da sociedade e que, com o passar dos anos, foram aperfeiçoadas.

Por tecnologias de tradução, entendemos o conjunto de  ferramentas de software que agilizam e otimizam os processos de conversão de um texto escrito de um idioma a outro.

Atualmente, podemos encontrar no mercado mais de 700 soluções tecnológicas concebidas para ajudar nos processos de tradução. Contudo, nem todas são indicadas para as mesmas finalidades. 

Quando se trata de traduzir ou adaptar conteúdo para outro idioma, a escolha de uma ou outra ferramenta dependerá da natureza do texto e do objetivo a ser alcançado com essa tradução.

Por isso, neste artigo, falaremos sobre os principais tipos de tecnologias de tradução e as funcionalidades de cada uma delas para que você possa decidir qual se adapta melhor às suas necessidades e às do seu projeto.

Anote!

Ferramentas CAT ou CAT Tools

As ferramentas CAT, ou CAT Tools em inglês, são ferramentas de tradução que usam um software criado para auxiliar os tradutores na tarefa de adaptar textos de um idioma a outro e tornar esse processo mais rápido e eficiente. Seu principal objetivo é simplificar as tarefas repetitivas de consulta para que o tradutor possa concentrar toda a sua atenção em aspectos mais importantes do próprio texto. 

Essas ferramentas possibilitam integrar em um mesmo ambiente todas as informações e elementos de que os linguistas precisam para realizar o trabalho, como glossários ou materiais de referência, agilizando o processo e facilitando a tarefa de busca e pesquisa dos tradutores.

Funções das ferramentas CAT

As ferramentas CAT facilitam muito o trabalho dos tradutores. 

Algumas das funcionalidades mais vantajosas que elas abrangem são as seguintes:

Texto segmentado

Facilita a leitura e a compreensão do texto original para os tradutores, segmentando-o em unidades de tradução, ou seja, as frases da língua original aparecem alinhadas com as da língua de destino. Dessa forma, a visualização facilita o processo de revisão.

Memórias de tradução

Essas ferramentas usam memórias de tradução, ou Translation Memories (TM, na sigla em inglês). Trata-se de um corpus bilíngue que salva as traduções anteriores para reutilizá-las em tarefas futuras. Assim, cria-se um armazenamento ou base de dados para cada par de idiomas que possibilita encontrar segmentos que já foram traduzidos e que podem ser reutilizados no novo trabalho.

Preenchimento automático

As CAT, junto com as memórias de tradução, oferecem a possibilidade de preenchimento automático. Nesse caso, o software faz uma sugestão (automática) de segmentos que já estão incluídos na memória de tradução. A sugestão de segmentos dependerá da correspondência com o novo texto original, que pode ser exata (exact match) ou parcial (fuzzy match). 

Glossários 

Glossários terminológicos especializados também são usados. Esses glossários podem ser atualizados conforme necessário para o projeto. Para determinadas disciplinas ou assuntos muito específicos, o papel dos glossários é fundamental, pois possibilitam aos tradutores encontrar facilmente termos muito técnicos da área em questão.

Recursos adicionais 

As ferramentas CAT incluem o uso de recursos adicionais para facilitar o trabalho, como botões para acessar informações específicas no texto, imagens, links para dicionários externos, materiais de referência complementares etc. 

Controle de qualidade

O controle de qualidade (QA Check, em inglês) é um processo automático que detecta erros de elementos que não foram traduzidos, divergências terminológicas ou erros nas etiquetas de formatação. Essa função é muito útil para reduzir o tempo de revisão.

As CAT integradas com outras tecnologias de tradução

Como já dissemos, o setor da tradução avança diariamente. As CAT evoluíram muito nas últimas décadas e integraram-se com outras tecnologias de tradução, como os motores de tradução automática, que já são uma realidade e sem dúvida também estão no futuro da tecnologia de tradução.

guia da tecnologia aplicada a a traducao

Sistemas de gestão de tradução (TMS)

Os sistemas de gestão de tradução são plataformas de software projetadas para agilizar o processo de gerenciamento de projetos de tradução em grande escala. A operação deles baseia-se na criação de fluxos de trabalho que abrangem o projeto do início ao fim, reduzindo e otimizando a intervenção humana com um objetivo claro: agilizar e sistematizar processos. Dessa forma, o gerente de projetos pode planejar, atribuir tarefas e administrar projetos de maneira mais organizada. 

Vantagens de utilizar um TMS

Conforme comentamos, usar um TMS facilita, agiliza e otimiza os processos de gestão de projetos. Cada TMS pode oferecer soluções diferentes, dependendo das características da empresa, mas, no geral, estas são as funcionalidades que o TMS incorpora que são mais valorizadas pela maioria das empresas devido às suas inúmeras vantagens:

  • Plataforma em vários idiomas.
  • Tabela geral de controle para monitorar o status do projeto.
  • Atribuição de cargos aos responsáveis por cada etapa.
  • Opção de importação do conteúdo e exportação da tradução. 
  • Funcionalidades de ferramentas CAT integradas.
  • Capacidade para integrar tradução automática. 

Integrações dos principais tipos de tecnologia de tradução

A integração de todas essas ferramentas não seria possível sem conectores, também conhecidos como interfaces de programação de aplicativos (APIs). Eles facilitam a conectividade entre os sistemas existentes com as novas ferramentas dos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS). 

Em suma, é uma tecnologia all in one que integra tudo e possibilita a comunicação entre diferentes ferramentas de tradução e sua conexão com plataformas de conteúdo. 

Ferramentas de tradução automática ou Machine Translation (MT)

As ferramentas de tradução automática apresentam um software baseado em um sistema automatizado de tradução sem intervenção humana. A diferença entre as ferramentas de tradução automática e as ferramentas CAT é que com MT pode-se produzir uma tradução por conta própria, sem tradutores humanos. Dentro da tradução automática, encontramos três tipos de sistemas:

Rule Based Machine (RBMT)

Refere-se à tradução automática baseada em regras, com um mecanismo que traduz palavras e frases com base em regras pré-estabelecidas. 

Atualmente, dentro dos tipos de tecnologias de tradução mais utilizadas, a RBMT desperta muito menos interesse, pois este sistema precisa ter as gramáticas da língua de origem e de chegada, dicionários bilíngues e regras de transferência entre línguas, o que implica maior investimento de tempo e recursos.

Statical Machine Translation (SMT)

Esta é a tradução automática estatística, um sistema que traduz a partir de uma análise de corpus bilíngues previamente inseridos. 

Este modelo de tradução automática tem três componentes principais: 

  • O modelo linguístico: responsável pela fluência da tradução e que se encarrega de verificar a probabilidade de a tradução estar correta na língua-alvo a partir de um corpus monolíngue.
  • O modelo de tradução: estabelece uma correspondência entre o idioma de origem e o idioma de chegada. Durante o treinamento do motor de tradução, este modelo é responsável por construir um corpus de correspondência no nível da frase entre as duas línguas.
  • O modelo de decodificação: busca entre as múltiplas traduções possíveis qual é a mais provável para cada caso específico, com base nos modelos anteriores de linguagem e tradução.

Neural Machine Translation (NMT) 

A tradução automática neuronal, ou Neural Machine Translation, apresenta um sistema que traduz segundo o que foi aprendido anteriormente e é capaz de prever o que está por vir. Esses sistemas trabalham com inteligência artificial e são capazes de imitar processos de tradução de frases completas e até mesmo de parágrafos. 

Embora a tradução automática tenha sido uma mudança revolucionária e inovadora para o setor, ainda não temos uma ferramenta de tradução automática que não requeira intervenção humana em nenhum caso. Atualmente, o processo de revisão, correção, aprimoramento e aperfeiçoamento de um texto traduzido por uma ferramenta de tradução automática, a  pós-edição, é essencial na maioria dos casos.

 

Como falamos anteriormente, dependendo do tipo de texto que se quer traduzir e do resultado buscado, a tradução automática pode não ser suficiente. Em casos de comunicados à imprensa, campanhas de marketing, descrições detalhadas de produtos ou até mesmo atualizações de informações internas, você precisa da sensibilidade que, por enquanto, apenas um tradutor humano pode oferecer. 

Tendo em conta todas as opções de prestadores de serviços linguísticos que existem atualmente no mercado, acreditamos que a chave é escolher aquele que domina as tecnologias de tradução, que tem experiência no seu setor e que pode garantir a entrega no prazo acordado.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo. Se quiser saber mais sobre esse assunto, acesse nosso blog.

>> Você sabe qual é a melhor solução de tecnologia linguística para o seu  negócio? Clique aqui e descubra <<

Compartilhar página facebook twitter pinterest linkedin

Artigos relacionados

icon-CTA-SUSCRIBTETE-BLOG

Quer ficar por dentro de todas as novidades tecnológicas do seu setor?

Inscreva-se em nosso blog